Login  Associe-se  Contato
Notícias
Mulheres representam 50,2% da força de trabalho dos servidores do TST
Dois dos quatro mais altos cargos de direção no TST e CSJT são ocupados por mulheres.
11/03/19 08:37

O dia internacional da mulher, celebrado em 8 de março, é dedicado à valorização da luta feminina por melhores condições de vida e de trabalho. No âmbito do Tribunal Superior do Trabalho, o que se vê é um aumento no número de mulheres em atuação, inclusive exercendo funções de liderança.

Embora os homens ainda sejam maioria entre os ministros que atuam na Corte (dos 26 ministros em exercício, cinco são mulheres), elas já são maioria entre os servidores e entre os que exercem a função de chefe de gabinete. O percentual de servidoras chega a 50,2% do total (1101 mulheres e 1091 homens). Entre os chefes de gabinete de ministro, 19 são mulheres e oito são homens (70,37%).

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, ministro Brito Pereira, conta com duas mulheres para assessorá-lo nos dois dos quatro mais altos cargos de direção: a secretária-geral da Presidência do TST, Coelis Martins, e a secretária-geral do CSJT, Marcia Sott.

 “Minha saudação especial às magistradas e às servidoras da Justiça do Trabalho. É um privilégio viver esse tempo em que podemos aprender no convívio profissional com todas elas e nos causa orgulho ver que há equilíbrio numérico entre homens e mulheres em nossos quadros, sem diferença de talento e de qualidade”, afirma o ministro Brito Pereira.

Fonte: TST
Acessos: 46

Leia também